quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Poema 17

agora sei:
tanta secura às vezes vaza
e é preciso mentir, e criar.


e não deu certo o meu abrigo
contra essa solidão pesada:
era falso o príncipe encantado
(sem flores, castelo, sem nada).


mas se o cavaleiro foi inventado
por que também não o castigo
por que também não a espada?









( por Alan Miranda )

3 comentários:

aaluah disse...

"agora sei:
tanta secura às vezes vaza"


às vezes vaza mesmo.

eu mesma estou vazando de falta de amor...



ótimo poema! voltarei por aqui.

abraço!

Bruno Ribeiro disse...

Belíssimo poema!

Anônimo disse...

Olha só quem eu descubro aqui!

Esse é um cara que admiro, mas que hoje, diante desses poemas, passo a admirar um pouco mais. Seu talento é precioso.

"mas se o cavaleiro foi inventado
por que também não o castigo
por que também não a espada?"
Parabéns pela sutileza dos versos.

Abraço forte.